Acessar o conteúdo principal
Saúde

África compromete-se a combater mortalidade materna, neonatal e infantil

Áudio 07:04
Abertura da Cimeira da UA em Campala, a 25 de Julho de 2010
Abertura da Cimeira da UA em Campala, a 25 de Julho de 2010 Reuters/James Akena

Os chefes de Estado e de governo da União Africana deixaram Campala, a capital ugandesa, no final de Julho após uma nova cimeira da organização, determinados em alterar o panorama do continente em matéria de mortalidade materna, neonatal e infantil onde África mantém taxas das mais elevadas do mundo.Malam Bacai Sanhá, presidente da república da Guiné-Bissau, e Paulo Garrido, ministro moçambicano da saúde, dão-nos conta do panorama da saúde materna, neonatal e infantil nos respectivos países.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.