Acessar o conteúdo principal
Moçambique

Surto de malária em Moçambique

Inundações em Moçambique
Inundações em Moçambique Orfeu Lisboa

Moçambique continua a braços com inundações resultantes das fortes chuvas frequentes nesta altura do ano. Na província de Gaza, no sul do país, começam a sentir-se as primeiras consequencias sanitárias das cheias com novos casos de malária.

Publicidade

 

 Já se faz sentir o efeito das chuvas na saúde dos moçambicanos. Segundo as autoridades, cerca de 12 mil novos casos de malária foram notificados, este ano, na província de Gaza, sul do país. As intensas chuvas provocaram inundações em algumas regiões do país e permitiram a multiplicação do mosquito causador da malária, doença que mais mata nas unidades sanitárias em Moçambique no país.

Segundo Isaías Ramiro, Diretor Provincial de Saúde em Gaza no sul de Moçambique, equipas de saúde estão a trabalhar junto das comunidades sensibilizando-as para uma atitude mais correta face à prevenção de doenças como a malária, a cólera e também o tratamento da água para o consumo.

Para além da saúde pública, as chuvas provocaram inundações em algumas regiões do país. Vários hectares de culturas são dados como perdidos, numa altura em que os serviços nacionais de meteorologia apontam para a queda de mais chuvas para os próximos dias, uma situação que mantêm o país em alerta. De referir, que até ao momento as inundações que se registam em Moçambique já provocaram seis óbitos e afitam mais de 40 mil pessoas.

 Com a colaboração do nosso correspondente em Maputo, Orfeu Lisboa.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.