Acessar o conteúdo principal
Angola

Mais 42 pessoas detidas em Luanda

Políca angolana
Políca angolana AFP

Enquanto foi retomado hoje o julgamento sumário dos 21 jovens que organizaram a manifestação do último Sábado, a polícia prendeu ontem à noite mais 42 pessoas, das quais 2 jornalsitas.

Publicidade

As manifestações do último Sábado na capital pediram a destituição do Preisdente José Eduardo dos Santos, e a transparência das instituições públicas, como a criação de uma comissão nacional de eleições independente. Durante a manfiestação a policia espancou violentamente vários jovens e prendeu outros, entre 24 a 50.

Os últimos desenvolvimentos deste caso com o nosso correspondente am Luanda, Avelino Miguel.

Correspondência de Avelino Miguel

Um dos advogados de defesa William Tonet, jornalista e director do jornal Folha 8, mostra-se optimista quanto ao desfecho do julgamento destes 21 jovens.

 

 

William Tonet, entrevistado por Liliana Henriques

Outro advogado de defesa, Luís Nascimento, afirma em entrevista a João Matos,  que os detidos foram espancados durante a manifestação mas também alguns deles mesmo nas esquadras onde estiveram detidos.

Luís Nacimento, advogado

Quanto ao governo angolano, através do secretário de Estado dos Direitos Humanos, Bento Bembe, pediu aos cidadãos manifestações "educadas".

Bento Bembe, entrevistado por Liliana Henriques

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.