Acessar o conteúdo principal
MOÇAMBIQUE

Povos da SADC em Maputo por uma democratização da integração regional

A Rede de Solidariedade dos Povos da África Austral aglomera  "povos" da SADC
A Rede de Solidariedade dos Povos da África Austral aglomera "povos" da SADC dgroups.org

A "Cúpula dos Povos da SADC 2012" começou esta segunda-feira, em Maputo, enquanto fórum alternativo e paralelo à Cimeira dos Chefes-de-Estado da região. Até quinta-feira, mais de 500 activistas de organizações e movimentos sociais vão dar voz aos problemas das populações da África Austral.

Publicidade

Na véspera da cimeira de Chefes-de-Estado da SADC que se realizará em Maputo nos dias 17 e 18 de Agosto, os povos da região encetaram, esta segunda-feira, em Mumemo, na vila de Marracuene, uma reunião paralela com o objectivo de colocar na agenda política assuntos determinantes para o bem-estar das populações. O evento decorrerá nessa localidade até quarta-feira sendo que na quinta-feira realizar-se-á uma marcha pela capital moçambicana.

Os movimentos sociais da África Austral reunem-se, desta feita, na província de Maputo no âmbito de um fórum dos povos que tem decorrido anualmente desde 2006 à margem da cimeira estatal e no país onde esta tem lugar.

Com o lema "não há nada sobre nós (os povos) sem nós", este fórum pretende alertar as entidades estatais da região para os problemas e preocupações das populações.

João Palape, porta-voz da União Nacional de Camponeses (UNAC), entidade anfitriã,e membro da Comissão Organizadora da Cimeira dos Povos, defende que o povo deve estar representado na hora de resolver os seus problemas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.