Acessar o conteúdo principal
Angola / Economia

Corredor do Lobito em discussão em Angola

O Corredor do Lobito abrange Angola, a Zâmbia e a RDC
O Corredor do Lobito abrange Angola, a Zâmbia e a RDC DR

Arrancou esta quarta-feira no Lobito, em Angola, a segunda reunião da SADC, Comunidade de Desenvolvimento da África Austral, sobre o Corredor do Lobito. O impulso a dar a este importante eixo de desenvolvimento não só para a economia de Angola como também para o resto da sub-região é analisado durante dois dias a nível de peritos antes de ser discutido a nível ministerial na sexta-feira.

Publicidade

Na sessão de abertura deste encontro em que estavam presentes designadamente o Director do Corredor do Lobito, o administrador do Lobito bem como peritos de áreas tão diversas como a agricultura, o turismo, a educação, o petróleo, a saúde ou ainda a indústria, destacou-se a importância para a economia regional deste corredor que liga Angola à Zâmbia e à República Democrática do Congo.

Para além do Porto do Lobito e do Caminho de Ferro de Benguela que tem vindo a ser reabilitado, o Corredor do Lobito abrange outras infra-estruturas de apoio num empreendimento que representa uma via de comércio interno para Angola, um eixo de escoamento da produção mineira da RDC e da Zâmbia, e por outro lado um acesso facilitado a produtos importados para as zonas distantes do litoral.

Em entrevista à RFI, o economista Angolano José Cerqueira, comenta a importância do corredor do Lobito.

Ao destacar a importância desta reunião para incrementar o Corredor do Lobito, o economista José Cerqueira não deixa igualmente de sublinhar a importância estratégica desse eixo económico para a estabilidade regional.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.