Acessar o conteúdo principal
ANGOLA

Angola : 400 famílias em risco de ficar sem habitação

Em Luanda, a capital angolana, a paisagem urbana está repleta de gruas.
Em Luanda, a capital angolana, a paisagem urbana está repleta de gruas. RFI/Nicolas Champeaux

Iminência de demolição de casas no bairro "O Progresso" no municipio de Bela, na província de Luanda, poderá desalojar cerca de 400 famílias, segundo registos da SOS Habitat. Em Cabinda, o bairro "A Resistência" também vive o mesmo cenário, no qual 22 famílias poderão ficar sem casa.

Publicidade

Os residentes do bairro "O Progresso" mostram preocupação quanto à possível demolição de casas, uma vez que, desde hoje, se encontram tendas das forças armadas angolanas no mesmo bairro.

Os moradores lamentam não terem sido avisados da situação previamente, e mostram-se supreendidos com a instalação de tendas pertencentes às autoridades angolanas.

Na província de Cabinda, cerca de 22 famílias do bairro "A Resistência" também se encontram sob risco de ficar sem casa. As autoridades deram início, na passada sexta-feira, à demolição de casas para construir uma mediateca. O Coordenador da Direcção da SOS Habitat, Rafael Morais, dá-nos conta das mais recentes ocorrências.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.