Acessar o conteúdo principal
África/Angola

COP20 discute formas de acção para combater alterações climáticas

Entrada da sede COP20 em Lima, no Peru.
Entrada da sede COP20 em Lima, no Peru. AFP/ BOURONCLE

A 20.ª Conferência das Partes (COP20) da Convenção das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas teve início hoje em Lima, no Peru, e decorre até 12 de Dezembro. O objectivo é preparar um novo acordo global apresentar e ser assinado na reunião do próximo ano em Paris, em 2015.  

Publicidade

Na capital do Peru estão reunidos responsáveis governamentais de todo o mundo para tentar chegar a consensos nos objectivos e compromissos para a redução dos gases com efeito de estufa, de forma a evitar as alterações climáticas e os fenómenos extremos. Aos vários ministros junta-se a sociedade civil, de cientistas e da indústria.

A falta de vontade política continua a ser apontada com um dos maiores impedimentos do progresso das negociações no quadro da Convenção das Nações Unidas para as Alterações Climáticas. A insuficiência de recursos financeiros e a operacionalização efectiva dos mecanismos de ajuda para lidar com os impactes das alterações climáticas a nível mundial estarão também em discussão até 12 de Dezembro em Lima.

Em foco está também o continente africano que regista o maior impacto de alterações climáticas. Sérgio Calundungo é membro associado da Acção para o Desenvolvimento Rural e do Ambiente (ADRA) em Angola e denuncia a falta de apoios no país lembrando que o nível de vulnerabilidade em África é tão grande que qualquer alteração natural tem um impacto muito maior que noutros continentes.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.