Acessar o conteúdo principal
Cabo Verde

Gabinete de Crise equaciona o realojamento das vítimas de Chã das Caldeiras

1500 pessoas estão por realojar devido à erupção vulcânica
1500 pessoas estão por realojar devido à erupção vulcânica Odair Santos/RFI

Numa comunicação feita à imprensa ontem, o Gabinete de Crise de Cabo Verde recomendou uma melhor gestão dos centros de acolhimento das vítimas da erupção vulcânica que há quase um mês flagela a ilha cabo-verdiana do Fogo, onde embora não haja vítimas, os prejuízos materiais são estimados em mais de 45 milhões de euros.

Publicidade

Por esta ocasião, Antero Matos, coordenador do Gabinete de Crise, evocou a perspectiva do realojamento das cerca de 1500 pessoas deslocadas devido à catástrofe e referiu que 70% dos deslocados prefere morar em Achada Furna e Monte Grande, localidades onde ainda existem 110 casas que deverão ser reabilitadas.
Mais pormenores com Odair Santos.

Odair Santos, correspondente da RFI em Cabo Verde

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.