Acessar o conteúdo principal
Moçambique

MDM acusa políticos de demagogia

MDM acusa políticos de demagogia
MDM acusa políticos de demagogia Miguel Martins/RFI

Em Moçambique o presidente do MDM, Daviz Simango, acusou alguns políticos de fazerem promessas irrealistas apenas para conquistar o povo moçambicano, uma prática que os  membros do partido estão proibidos de adoptar.

Publicidade

Em nome da conquista da confiança do eleitorado, o presidente do Movimento Democrático de Moçambique -MDM- acusa sem avançar nomes que alguns políticos efectuam promessas irrealistas para um povo, há décadas mal governado.

"O MDM deve acompanhar a evolução político-social e de forma alguma deve recorrer a promessas irrealistas, impossíveis de concretizar, caindo assim no populismo com a intenção de enganar os compatriotas".

Falando na abertura da terceira conferência nacional da terceira maior força política do país Daviz Simango apelou aos membros do seu partido para adoptarem a cultura da verdade e, em prol do bem-estar social e económico de Moçambique.

"Queremos ter membros e activistas políticos que conheçam princípios e ética do MDM"

A conferência nacional do MDM partido da oposição decorre na cidade da Beira até Domingo e junta quadros seniores para entre outros assuntos analisar a situação politica e delinear estratégias de actuação para os próximos cinco anos.

 

Com a colaboração do nosso correspondente em Maputo, Orfeu Lisboa.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.