Acessar o conteúdo principal
MOÇAMBIQUE/BRASIL

Documentário no Brasil sobre ritmo musical de Moçambique

Mingas, cantora moçambicana
Mingas, cantora moçambicana Site festival Back2Black

Termina amanhã na cidade do Rio de Janeiro, no Brasil, a sexta edição do Festival Back2Black. Uma edição que conta com nomes emblemáticos cena musical africana e ainda com o documentário “Marrabenta, o Som de Moçambique”.  

Publicidade

Serão 14 espectáculos com apresentações de nomes consagrados, artistas novos e veteranos.

Moçambique é representado por um grupo de artistas, com destaque para o saxofonista Moreira Chonguissa e os músicos Wazimbo e Mingas.

Destaque igualmente para conferências sobre a cultura e a música negra, organizadas pelo escritor angolano José Eduardo Agualusa e para a exibição de um documentário sobre o Kuduro e um outro sobre a Marrabenta.

A marrabenta é uma dança típica de Moçambique, com ritmo quente e acelerado, normalmente dançado em pares, ocasionalmente em formato solo.

O seu nome viria do português "rebentar", numa alusão às guitarras baratas cujas cordas rebentavam com facilidade.

Muitos mestres desse ritmo – entre os mais célebres Francisco Mahecuane, Alexandre Langa, Lisboa Matavele, Abílio Mandlaze e Wazimbo – passaram parte de suas vidas trabalhando em minas da África do Sul.

O seu estilo mistura o kwela sul-africano, o swing e outros ritmos da região e falam sobre questões do dia-a-dia em Maputo e factos marcantes da história moçambicana, além do desejo de liberdade do povo, durante a colonização.

Por esse facto ela teria sido considerada revolucionária na época e muitas vezes a sua divulgação foi proibida. Desde 2008 é realizado nas regiões de Maputo e Gaza o Festival Marrabenta.

A marrabenta acabou por se tornar um símbolo cultural nacional e uma referência da identidade moçambicana.

Victor Lopes, produtor do documentario “Marrabenta, o Som de Moçambique”, explicou a João Matos em que consistiu este projecto.

Victor Lopes, Cineasta e Produtor do documentário "Marrabenta" de Moçambique

Acompanhe mais em detalhe este assunto brevemente na antena, site e redes sociais da rfi com uma entrevista mais alargada a este cineasta.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.