Acessar o conteúdo principal
Guiné Bissau

"Manoel de Oliveira influenciou o cinema da Guiné - Bissau", afirma Djamila Gomes

O realizador Manoel de Oliveira
O realizador Manoel de Oliveira DR

 A presidente do Instituto do Cinema da Guiné-Bissau, Djamila Gomes, enviou uma nota de consternação ao Instituto do Cinema e Audiovisual português pela morte de Manoel de Oliveira, o "ícone do cinema mundial", e sublinhou a influência do cineasta português no cinema guineense.

Publicidade

 O cineaste Manoel de Oliveira faleceu nesta quinta-feira, com 106 anos de idade, e o seu desaparecimento levantou uma onda de reacções e homenagens a nível mundial. Actores, realizadores, intelectuais e políticos prestam homenagem àquele grande nome da Sétima Arte, mundialmente conhecido e premiado.

A presidente do Instituto do Cinema da Guiné-Bissau, Djamila Gomes, prestou igualmente homenagem ao decano dos cineastas mundiais, que hoje foi a sepultar, no Porto.

Oiça aqui a entrevista do correspondente da RFI em Bissau, Mussá Baldé

Guiné-Bissau - Entrevista Djamila Gomes

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.