Acessar o conteúdo principal
Moçambique

Renamo só deixará de "se movimentar quando parar de ser perseguida"

António Muchanga, porta-voz da Renamo, o movimento da perdiz
António Muchanga, porta-voz da Renamo, o movimento da perdiz DR

Foi nestes termos que António Muchanga, porta-voz da Renamo, reagiu aos confrontos de quinta-feira entre tropas governamentais e homens da Renamo na província de Gaza. 

Publicidade

António Muchanga falava em nome do principal partido da oposição na sequência dos acontecimentos da última quinta-feira em Guija, na provincia de Gaza, sul de Moçambique. O porta-voz do movimento da perdiz garantiu que a Renamo vai continuar a movimentar os seus homens no território moçambicano.

Muchanga acrescentou que os seus homens se movimentam para evitarem confrontos com as forças governamentas e acusou-as de terem despoletado um ataque na passada quinta-feira.

Entretanto, 3 homens da Renamo alegadamente envolvidos nos acontecimentos de quinta-feira terão sido capturadas pelas autoridades.

Os detalhes com o nosso correspondente Orfeu Lisboa.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.