Acessar o conteúdo principal
Angola/ Grandes Lagos

Cimeira da Região dos Grandes Lagos em Luanda

José Eduardo dos Santos, Presidente da República de Angola e presidente em exercício da CIRGL
José Eduardo dos Santos, Presidente da República de Angola e presidente em exercício da CIRGL http://pt.wikipedia.org

Luanda acolheu esta segunda-feira a cimeira extraordinária dos chefes de Estado e de Governo da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos (CIRGL), entidade actualmente presidida por Angola. Em cima da mesa estiveram os conflitos no Sudão do Sul, RCA, RDC assim como o Burundi, prato forte da cimeira.  

Publicidade

Para além do chefe de Estado Angolano, José Eduardo dos Santos, presidente em exercício da CIRGL, participaram na reunião os presidentes do Sudão do Sul, da Zâmbia, da República Democrática do Congo, a Presidente interina da República Centro-Africana, o vice-presidente do Sudão e o Presidente da África do Sul, os grandes ausentes tendo sido os representantes do Quénia, Tanzânia e Ruanda.

Durante esta cimeira, o presidente José Eduardo dos Santos apelou ao diálogo para se criarem condições para a realização de eleições livres e justas no Ruanda e lançou igualmente um apelo para que se apoie o governo de transição da República Centro-Africana, país que continua em crise.

Entre as várias recomendações feitas pelos chefes de Estado e de Governo da Conferência Internacional da Região dos Grandes Largos (CIRGL) designadamente em termos de reforço da luta contra o terrorismo, destaca-se igualmente a tomada de posição regional sobre a crise do Burundi, os participantes da cimeira tendo apelado o Governo daquele país a adiar as eleições presidenciais, à luz da forte instabilidade que se vive actualmente no Burundi.
Oiçamos mais pormenores com o nosso correspondente em Luanda, Avelino Miguel.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.