Acessar o conteúdo principal
BURUNDI

Presidenciais adiadas uma semana no Burundi

Pierre Nkurunziza, presidente do Burundi
Pierre Nkurunziza, presidente do Burundi AFP FOTO / CARL DE SOUZA

A primeira volta das eleições presidenciais, prevista para 15 de Julho, foi adiada para o dia 21 de Julho. O anúncio foi feito por decreto presidencial, assinado por Pierre nkurunziza, datado de ontem e publicado hoje.

Publicidade

Bujumbura anunciou hoje a nova data das eleições presidenciais, um adiamento de uma semana depois de inúmeras pressões externas.

Na segunda-feira desta semana, reunidos em cimeira em Dar es Salam, na Tanzânia, os chefes de Estado da Comunidade da África Oriental (EAC), solicitaram o adiamento das eleições para o dia 30 de Julho. A EAC, outras organizações regionais e a comunidade internacional pediram esta alteração devido à forte oposição interna ao regime e à violência política desencadeadas pela decisão de Nkurunziza de concorrer a um terceiro mandato

Segundo o porta-voz do Governo, Felipe Nzobonariba, a data proposta pela EAC era "inviável", já que por lei o presidente tem que ser eleito pelo menos um mês antes da tomada de posse, prevista para o dia 26 de Agosto.

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.