Acessar o conteúdo principal
Estados Unidos/Impeachment

Câmara envia ao Senado acusações para impeachment de Trump

A votação desta quarta-feira para aprovar as acusações contra Donald Trump foi organizada pela líder democrata na Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi.
A votação desta quarta-feira para aprovar as acusações contra Donald Trump foi organizada pela líder democrata na Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi. CHIP SOMODEVILLA / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

A Câmara de Representantes dos Estados Unidos aprovou e enviou nesta quarta-feira (15) ao Senado as acusações com o pedido de impeachment do presidente norte-americano, Donald Trump, por abuso de poder e obstrução do Congresso. O julgamento político pelos senadores deve começar no dia 21 de janeiro.

Publicidade

A validação do ato de acusação já era esperada em uma Câmara dominada pela oposição democrata. A medida foi aprovada por 228 votos a favor e 193 contra. Em seguida, o pedido de impeachment, que permitirá que o processo histórico comece na semana que vem, foi formalmente enviado ao Senado.

Os democratas lançaram em setembro o processo visando a destituição do presidente americano, acusado de abuso de poder e obstrução do Congresso no escândalo ucraniano. Em um telefonema ao presidente da Ucrânia, Trump pressionou Volodymyr Zelensky para que ele investigasse um de seus adversários políticos, o democrata Joe Biden.

Processo deve durar duas semanas

O processo de destituição de Trump deve durar no máximo duas semanas, informou uma fonte ligada ao caso que não quis se identificar. A Casa Branca aposta que o presidente será rapidamente absolvido pelo Senado de maioria republicana. A correspondente da RFI em Washington, Anne Corpet, informa que a oposição sabe que não tem nenhuma chance de conseguir a destituição de Trump. Mas os democratas esperam obter informações comprometedoras que possam prejudicar a reeleição de Donald Trump neste ano.

O democrata Adam Schiff vai chefiar a equipe da Câmara dos Representantes no julgamento do impeachment. O presidente do Comitê de Inteligência, deputado pela Califórnia, foi indicado nesta quarta-feira pela líder democrata da casa, Nancy Pelosi. Schiff lidera a investigação na Câmara que levou à acusação de Trump.

O presidente americano voltou a denunciar hoje o processo de impeachment como um "golpe" orquestrado por democratas.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.