Acessar o conteúdo principal
Venezuela

Guaidó desafia proibição de deixar Venezuela e inicia giro internacional em busca de apoio

Juan Guaidó desembarcou em Bogotá para o início de seu giro internacional.
Juan Guaidó desembarcou em Bogotá para o início de seu giro internacional. REUTERS/Luisa Gonzalez

O opositor venezuelano Juan Guaidó voltou a desafiar a proibição de deixar o país. O autoproclamado presidente interino viajou para a Colômbia, antes de seguir para Bélgica e Suíça. Ele pretende participar do Fórum Econômico Mundial, em Davos, além de se reunir com representantes da União Europeia, em Bruxelas.

Publicidade

"Já na #Colômbia", tuitou Guaidó ao desembarcar nesta segunda-feira (20) no país vizinho, onde tinha encontro marcado com o secretário de Estado americano, Mike Pompeo. "É o líder eleito da Venezuela, tenho pressa de me reunir com ele", confirmou o chefe da diplomacia americana aos jornalistas que o acompanham no avião que faz o trajeto entre Berlim, onde participou de uma conferência internacional sobre a Líbia, e Bogotá.

Além do representante de Washington, o opositor também anunciou que seria recebido pelo presidente colombiano, Iván Duque. O chefe de Estado é um dos que lideram a campanha de pressão internacional contra o presidente oficial, Nicolás Maduro.

Guaidó também pretende ir à Bélgica. "O presidente Juan Guaidó, reconhecido como o legítimo presidente da Assembleia Nacional, estará em Bruxelas. Vou me reunir com ele na quarta-feira (22)", anunciou o chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell no final de um encontro de chanceleres do bloco.

Mas a maior vitrine internacional para Guaidó está prevista para quinta-feira (23), quando o venezuelano deve desembarcar na Suíça. O opositor, que foi reconhecido presidente por cerca de 50 países, pretende participar da 50ª edição do Fórum Econômico Mundial, em Davos, onde estão reunidos representantes das principais potências do planeta.

(Com informações da AFP)

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.