Acessar o conteúdo principal
Eleições/Estados Unidos

Democratas votam em New Hampshire

Eleitor democrata vota para escolher o candidato que representará o partido nas eleições presidenciais. Em 11de fevereiro de 2020, em Stark, New Hampshire.
Eleitor democrata vota para escolher o candidato que representará o partido nas eleições presidenciais. Em 11de fevereiro de 2020, em Stark, New Hampshire. REUTERS/Brendan McDermid

A segunda rodada das primárias democratas para decidir quem enfrentará Donald Trump nas urnas, em novembro, é disputada nesta terça-feira (11) em New Hampshire, estado da costa leste dos Estados Unidos. Assim como aconteceu em Iowa, na semana passada, a corrida deve ficar entre dois candidatos com idades diferentes e ideologicamente opostos: Pete Buttigieg e Bernie Sanders.

Publicidade

As urnas ficam abertas até as 20:00 (01:00 GMT). Desta vez, a escolha é realizada por votação secreta. Os candidatos fizeram campanha até à noite da segunda-feira (10).

Para conquistar os eleitores, o senador socialista Bernie Sanders reuniu a elite da esquerda americana em um grande comício, que contou com um concerto do grupo The Strokes. Sanders defende uma "revolução" política para alcançar uma sociedade mais igualitária e domina, confortavelmente, as pesquisas nesse estado, vizinho à sua base eleitoral, Vermont.

Já o ex-prefeito da cidade de South Bend, o centrista Pete Buttigieg passou a manhã desta terça-feira tirando fotos com eleitores em frente a várias sessões de votação. "A escolha que você fizer hoje determinará o futuro de nossa nação", escreveu o candidato no Twitter, pedindo "construir uma coalizão para vencer Trump, em novembro".

Ex-militar, gay, o mais novo dos candidatos defende uma política "realista" e espera contar com uma ajuda dos eleitores independentes e republicanos.

Outros candidatos dependem de melhor desempenho

Atrás de Sanders e Buttigieg, os outros principais candidatos à indicação democrata sonham com um desempenho melhor do que em Iowa, para evitar o colapso de suas campanhas.

"Hoje é o dia, New Hampshire!", tuitou o moderado Joe Biden. Por muito tempo favorito nas pesquisas nacionais, o ex-vice-presidente de Barack Obama quer melhorar a sua performance, após resultados muito decepcionantes na semana passada.

Lutando por sua sobrevivência, Joe Biden ataca seu grande rival ao centro, Pete Buttigieg, chamando atenção para a sua falta de experiência na política nacional. Biden também não poupa ataques a Bernie Sanders, dizendo que seria "difícil" defender um candidato "socialista".

Contudo, na média das pesquisas de New Hampshire, Biden aparece em quarto lugar, juntamente com a senadora progressista, Elizabeth Warren, logo atrás da também senadora Amy Klobuchar, que compartilha com ele ideias centristas.

O presidente americano, que concorrerá a um segundo mandato em 3 de novembro, tem reagido com humor à disputa, zombando da guerra entre seus possíveis rivais. Na noite desta segunda-feira Trump chegou a dizer: "eles são todos fracos".

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.