Acessar o conteúdo principal

Estados Unidos registram novo recorde com quase 2 mil mortes por coronavírus em 24 horas

Estado de Nova York é o principal foco da epidemia nos EUA, com 6.268 mortes.
Estado de Nova York é o principal foco da epidemia nos EUA, com 6.268 mortes. REUTERS - EDUARDO MUNOZ

Os Estados Unidos registraram quase 2 mil mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, pelo segundo dia consecutivo, de acordo com o boletim da Universidade Johns Hopkins publicado na noite desta quarta-feira (8).

Publicidade

O registro de 1.973 óbitos, um recorde, foi ligeiramente superior às 1.939 mortes informadas na terça-feira (7). No total, o novo coronavírus já matou 14.695 pessoas nos EUA, pelos números oficiais.

O país lidera o número de mortos pela pandemia, à frente de Espanha, 14.555, e Itália, 17.669. Os Estados Unidos também respondem por mais da quarta parte de infectados confirmados oficialmente no mundo, 429.052, pelas informações da Johns Hopkins.

O estado de Nova York é o principal foco da epidemia nos EUA, com 6.268 mortes confirmadas, incluindo o número recorde de 779 nas últimas 24 horas, mas a situação parece estar se estabilizando, acredita o governador Andrew Cuomo.

O governador tentou tranquilizar a população nesta quarta-feira, mas advertiu que os nova-iorquinos ainda não estão "absolutamente fora" do contexto crítico.

Epidemia pode matar de 100 mil a 240 mil americanos

As autoridades de Saúde americanas avaliam que a epidemia vai matar entre 100 mil e 240 mil pessoas no país, mas o presidente Donald Trump acredita em um cenário "muito melhor" diante da ação governamental.

O governo dos Estados Unidos autorizou nesta quarta-feira que as farmácias realizem testes de detecção da Covid-19 na população, incluindo o exame de anticorpos recentemente desenvolvido, que revela se a pessoa já se recuperou da doença.

O secretário federal de Saúde, Alex Azar, anunciou que todos os testes autorizados pela agência americana de controle do setor farmacêutico e alimentício (FDA) a partir de agora poderão ser realizados por farmacêuticos, o que amplia o leque de medidas para monitorar e combater a pandemia nos EUA.

"A administração Trump está dando aos farmacêuticos a oportunidade de desempenhar um papel mais importante na resposta à Covid-19, ao lado dos heroicos trabalhadores da Saúde dos Estados Unidos", disse Azar.

Laboratório anuncia teste de 15 minutos e US$ 290

Nesta quarta-feira, um laboratório privado anunciou em Washington a venda de um teste de sorologia com resultado em 15 minutos, ao custo de US$ 290.

Quando uma pessoa está infectada com o novo coronavírus, um simples teste com a secreção do nariz ou da garganta pode confirmar se o vírus está ativo em seu corpo.

Após o período de contaminação, é possível analisar o sangue do paciente em busca de anticorpos específicos. Este tipo de teste permite saber se houve infecção pelo coronavírus, inclusive assintomática, como é comum. Quando o sistema imunológico encontra o vírus, este o guarda em sua memória em forma de anticorpos.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.