Acessar o conteúdo principal
Estados Unidos/ tornados

Tornados nos EUA matam pelo menos nove em Oklahoma

Tornados assustam população de Oklahoma, duas semanas após outro fenômeno devastar a região.
Tornados assustam população de Oklahoma, duas semanas após outro fenômeno devastar a região. REUTERS/Gene Blevins

Uma nova série de tornados voltaram a aterrorizar o estado americano de Oklahoma nesta sexta-feira à noite, matando pelo menos nove pessoas e deixando ao menos 87 feridas na região próxima à cidade de Moore, que ficou destruída. Há duas semanas um enorme tornado provocou a morte de 24 pessoas e devastou bairros inteiros. Conforme testemunhas, nesta sexta os ventos chegaram a 145km/h, acompanhados por fortes chuvas.

Publicidade

O serviço médico legal de Oklahoma confirmou nove mortes na madrugada deste sábado, sem detalhar quem são as vítimas. Uma mãe e seu bebê morreram quando viajavam de carro pela rodovia interestadual 40, na região de Oklahoma City, informou a porta-voz da Patrulha Rodoviária (Highway Patrol) Betsy Randolph ao canal local KFOR.

"Muitas" pessoas ficaram feridas após colisões e veículos virados", incluindo semi-trailers e trailers, disse a porta-voz. "É uma situação lamentável". O trânsito foi interrompido na 40, uma rodovia de quatro faixas, diante dos riscos, assinalou Randolph. Diversas pessoas ficaram feridas em colisões de veículos, devido ao mau tempo. As autoridades desaconselham a utilização de carros na região.

O serviço meteorológico declarou emergência em diversas zonas de Oklahoma, incluindo a região de Oklahoma City. Os alertas para tornado já foram suspensos, mas permanecem os avisos de inundações neste sábado.

Ventos de 145km/h

Testemunhas afirmam que quatro tornados atingiram a região de Oklahoma City, com ventos de 145 km por hora, acompanhados por fortes chuvas. Um grande tornado varreu o subúrbio oeste de Oklahoma City, a maior cidade do Estado, segundo a mídia local.

A governadora de Oklahoma, Mary Fallin, disse estar assustada com a possibilidade de se repetir a tragédia de Moore, devastada por um enorme tornado no dia 20 de maio. "Estou muito preocupada neste momento".

No Missouri, em torno do Mississippi, o governador Jay Nixon declarou estado de urgência na sexta-feira e pediu aos habitantes permanecerem vigilantes e procurarem alojamentos em regiões altas, se necessário.

No dia 20 de maio, um tornado de nível EF-5, o mais potente na escala de magnitude do fenômeno, com ventos de mais de 320 km/h, arrasou a pequena cidade de Moore, de 55 mil habitantes. O fenômeno devastou tudo em sua passagem - carros, casas e postes de energia elétrica - e deixou 24 mortos, incluindo nove crianças, e mais de 300 feridos.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.