Acessar o conteúdo principal
Brasil/Paraguai

Dilma inaugura linha de transmissão elétrica de Itaipu no Paraguai

Dilma Rousseff inaugura na nova instalação com o presidente paraguaio Horacio Cartes (d)
Dilma Rousseff inaugura na nova instalação com o presidente paraguaio Horacio Cartes (d) REUTERS/Ueslei Marcelino

A presidente brasileira Dilma Rousseff inaugura nessa terça-feira, 29 de outubro, uma linha de transmissão da usina hidrelétrica de Itaipu no Paraguai. Situada na fronteira entre os dois países, a estrutura, que faz parte dos acordos assinados pelos então chefes de Estado Fernando Lugo e Luiz Inácio Lula da Silva, deve beneficiar principalmente a região metropolitana de Assunção.

Publicidade

Dilma Rousseff desembarca no meio da tarde na cidade de Hernandarias, no lado paraguaio da fronteira, onde se encontra com o presidente Horacio Cartes. A hidrelétrica binacional de Itaipu será conectada, graças à linha de transmissão de 500 quilowatts inaugurada pelos chefes de Estado, com a subestação da cidade de Villa Hayes, na região metropolitana da capital Assunção. O projeto deve permitir o fornecimento de energia às grandes empresas da região.

A linha já transmite energia desde o início de outubro, mas a operação comercial será oficializada apenas nessa terça-feira. O projeto custou cerca de US$ 400 milhões e a maior parte dos recursos foi financiado pelo Fundo para a Convergência Estrutural do Mercosul (Focem) e pelo governo brasileiro.

Itaipu já representa cerca de 8% do Produto Interno Bruto paraguaio e a nova linha transmissão deve aumentar seu impacto positivo na região. “O Paraguai terá a maior disponibilidade de energia per capita do mundo", celebra o diretor da usina, James Spalding.

A parceria entre os dois países faz parte dos acordos assinados pelos então presidentes Fernando Lugo e Luiz Inácio Lula da Silva em 2009. Na época, o Brasil se comprometeu em elevar a participação dos lucros do Paraguai na exploração conjunta da hidrelétrica.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.