Acessar o conteúdo principal
Haiti/Política

Presidente Martelly nomeia Evans Paul como primeiro-ministro do Haiti

Michel Martelly, presidente do Haiti, em foto de 29 de outubro de 2014.
Michel Martelly, presidente do Haiti, em foto de 29 de outubro de 2014. REUTERS/Hannibal Hanschke/Files

O presidente haitiano, Michel Martelly, designou nesta quinta-feira (25) o líder político Evans Paul como primeiro-ministro do país. Antes de assumir o cargo, ele deverá ter sua indicação ratificada pelas duas câmaras do parlamento.

Publicidade

"O presidente Martelly, de acordo com a Constituição e depois de consultas com os presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados, nomeou, por decreto presidencial, o cidadão Evans Paul como primeiro-ministro. Ele foi encarregado de formar um novo governo depois da demissão do primeiro-ministro Laurent Lemothe e de seu governo", diz o texto da secretaria da presidência.

A demissão de Lemothe foi uma das recomendações feitas pela comissão de consultas formada pelo chefe de Estado para oferecer soluções e tentar tirar o país da grave crise política.

Sem data para ratificação

A falta de eleições no país nos últimos três anos é um dos principais fatores que provocaram a atual crise governamental. Partidos de oposição organizam regularmente manifestações para exigir a renúncia de Michel Martelly, acusado de dirigir o país por decreto até o dia 12 de janeiro, data final do atual mandato do parlamento haitiano.

Para que o Evans Paul assuma o cargo, o presidente haitiano deverá convocar o parlamento para ratificar sua decisão. Um senador entrevistado pela agência AFP disse que os parlamentares ainda não foram convocados pelo presidente. "Ele (o presidente) deve ser pronunciar sobre o futuro do parlamento depois de 12 de janeiro, antes de pedir para votar em um novo governo", disse.

Evans Paul foi prisioneiro político

Como militante político, Evans Paul lutou para a queda do ex-ditador Jean-Claude Dubalier, em 1986. Prefeito de Porto-Príncipe em 1991, ele era muito próximo do ex-presidente Jean-Bertrand Aristide. Evans Paul chegou a ser cotado para substituir o ex-chefe de Estado, mas acabou se tornando inimigo de Aristide.

Detido em 1988, Evans Paul foi preso e torturado, assim como muitos outros militantes, durante a ditadura militar comandada por Prosper Avril.
 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.