Acessar o conteúdo principal
Vídeo/Violência

Vídeo mostra espancamento de sem-teto por policiais em Los Angeles

Imagens de vídeo mostram policiais agredindo um morador de rua em Los Angeles.
Imagens de vídeo mostram policiais agredindo um morador de rua em Los Angeles. Reprodução de vídeo.

Policiais de Los Angeles, na Califórnia, foram filmados neste domingo (1) em uma cena de espancamento de um morador de rua. As imagens da violência, que levaram à morte da vítima, foram divulgadas pela internet.

Publicidade

O vídeo divulgado no Facebook mostra uma cena de luta entre um homem e vários policiais no bairro popular de Skid Row, perto do centro da cidade. Segundo a versão oficial, o homem foi dominado por três policiais depois de ter tentado pegar a arma de um deles. A polícia teria usado ainda um taser (arma que dispara uma carga elétrica) para controlar o indivíduo que se mostrava bastante agitado nas imagens gravadas.

De acordo com a imprensa local, o morador de rua, que ainda não foi identificado, também foi baleado e morreu em um hospital de Los Angeles. A informação foi confirmada por Andrew Smith, porta-voz da polícia californiana.

A investigação para apurar as circunstâncias da morte do homem serão conduzidas por um órgão independente. Os policiais também, segundo as novas normas de segurança, deveriam estar equipados com câmeras de segurança, o que pode facilitar a elucidação do caso.

Morte de morador de rua gera tensão em Los Angeles

O bairro de Sid Row reúne diversas barracas e moradias improvisadas. Centenas de pessoas moram nas ruas desse bairro popular. Os policiais envolvidos na morte do sem-teto haviam sido chamados ao local para apurar uma suspeita de roubo.

Depois da morte do morador de rua, os sem-teto residentes no local se revoltaram contra os policiais, informa o Los Angeles Times.Uma testemunha ouvida pelo jornal, os policiais usaram uma força desproporcional contra o homem. “Ele não era uma ameaça”, declarou Lonnie Franklin, 53. Outras testemunhas disseram que o homem era conhecido apenas pelo seu apelido - África- e vivia nas ruas há alguns meses depois de um período internado em uma instituição psiquiátrica.

 

 

 

 

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.