Acessar o conteúdo principal
Estados Unidos / Tornados

Mortes por tornados sobem para 25 no sudeste dos EUA

Tornado no Texas
Tornado no Texas Reuters

Tornados arrastaram carros nas estradas e arrasaram casas no Texas no sábado (26), elevando o número de mortos a 25 no sudeste dos Estados Unidos nos últimos dias. Oito pessoas morreram depois que tornados atravessaram a densamente povoada área de Dallas-Fort Worth, deixando a megalópole na escuridão. 

Publicidade

A tragédia ocorreu enquanto milhões de moradores do sudeste tentavam se recuperar das letais tempestades, inundações e tornados que provocaram desde quinta-feira a morte de outras 17 pessoas nos estados do Mississippi, Tennessee e Arkansas.

Um tornado foi registrado por volta das 00h45 locais deste domingo (27), 22h45 em Brasília, em Garland, no Texas. "Cinco mortes foram confirmadas", segundo um comunicado. "Foram registrados extensos danos em veículos, casas e apartamentos na mesma área."

Um total de 50 mil pessoas ficaram sem energia elétrica, após a passagem de pelo menos quatro tornados. As mortes em Garland ocorreram depois que veículos foram varridos da estrada por fortes ventos. Outras três pessoas morreram em diversos incidentes provocados pelas tempestades no condado de Collin, ao norte da metrópole.

Calor atípico

O calor atípico observado na costa leste contribuiu para a formação de mais de uma dezena de tornados que afetaram nos últimos dias seis estados do sul dos Estados Unidos. Segundo o serviço meteorológico, há "sérios riscos" de que ocorram inundações repentinas do norte do Texas ao Missouri (centro). No sul, alertas ainda estavam em vigor em algumas regiões do Mississippi, Tennessee e Alabama, assim como no Kentucky (centro).

No Alabama, tornados arrancaram árvores e telhados de casas na sexta-feira (25), principalmente em Birmingham, a maior cidade do estado. "Três casas desabaram no dia de Natal" e alguns habitantes precisaram ser ajudados, mas não foram registradas vítimas fatais, declarou à rede CNN o chefe do corpo de bombeiros da cidade, Charles Gordon.

Estado de emergência

O governador do Alabama, Robert Bentley, proclamou estado de emergência, uma decisão frequente nos Estados Unidos, que permite desbloquear fundos para enfrentar um desastre. Uma medida similar foi tomada em alguns condados do Mississippi e da Georgia.

O Mississippi foi particularmente afetado pelos tornados e tempestades, com 10 mortos, segundo o novo saldo comunicado pelos serviços de emergência no sábado. Entre as vítimas há um menino de 7 anos, morto no interior de um veículo que virou devido à força do vento. Sessenta pessoas ficaram feridas.

Seis pessoas morreram no estado vizinho do Tennessee, três das quais foram encontradas na quinta-feira em um carro arrastado pelas águas, segundo os bombeiros. No Arkansas, ao menos outra pessoa morreu. Os tornados são frequentes nessas regiões do sul do país, mas não nesta época do ano.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.