Acessar o conteúdo principal

Nevasca cancela centenas de voos e coloca EUA em alerta

Policiais fazem ronda diante do Capitólio antes da chegada da tempestade de neve.
Policiais fazem ronda diante do Capitólio antes da chegada da tempestade de neve. REUTERS/Jonathan Ernst

Os moradores de Washington e do restante do leste dos Estados Unidos se preparam para uma gigantesca tempestade de neve que ameaça cobrir a cidade neste fim de semana. Centenas de voos já foram anulados na capital norte americana e também em Nova York.

Publicidade

Segundo as últimas previsões, as nevascas mais abundantes da tempestade Jonas ocorrerão durante a sexta-feira e vão durar todo o sábado. Ventos de até 90 km/h e inundações costeiras também são esperados. De acordo com o Serviço Nacional Meteorológico (NWS, na sigla em inglês), o fenômeno vai causar "condições perigosas, com risco de morte e danos às propriedades".

Quinze estados, desde os da costa atlântica (entre Nova York e Carolina do Sul) até o Arkansas, no centro, decretaram alertas. A tempestade pode afetar cerca de 70 milhões de pessoas e, ainda de acordo com o NWS, “as possibilidades de se deslocar serão, se não impossíveis, muito limitadas durante o auge da tempestade”.

Centenas de voos foram anulados. A American Airlines anunciou o cancelamento de todas as aterrissagens e decolagens de sábado (23) nos dois aeroportos de Washington, os três de Nova York, assim como nos terminais aéreos de Baltimore e da Filadélfia. A United Airlines também informou a suspensão de seus voos internacionais partindo da Washington ou chegando à cidade.

Washington se prepara para nevasca

A capital americana deve ser uma das cidades mais afetadas, mas Baltimore e Filadélfia também podem sofrer com camadas de até 60 cm de neve. Já Nova York e Boston, mais ao norte, devem escapar das nevascas.

Em Washington, a confusão já começou na quarta-feira (20), quando apenas três centímetros de neve acumulados no horário de pico já provocaram grandes engarrafamentos e muitos acidentes de trânsito. O sistema de metrô da capital ficará fechado no fim de semana, e os ônibus não vão circular.

Barack Obama bloqueado pela neve

Até o presidente Barack Obama, que voltava do Salão do Automóvel de Detroit, teve de atrasar seu retorno para a Casa Branca até quarta-feira à tarde. Sua comitiva levou quase o dobro do tempo necessário para cobrir a rota entre o aeroporto de Andrews e a sede presidencial.

Se as previsões se confirmarem, a tempestade Jonas pode ser a segunda maior nevasca registrada em Washington desde 1922. Nesse ano, um fenômeno similar provocou a morte de centenas de pessoas, após a queda do teto do Knickerbocker Theatre, uma sala de cinema.

A prefeita de Washington, Muriel Bowser, já declarou estado de emergência, o que permite à cidade obter, se necessário, ajuda federal.

(Com informações da AFP)

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.