Acessar o conteúdo principal
RFI Convida

"Fórum Social no Canadá representa tomada de consciência mundial"

Áudio 07:05
Chico Whitaker
Chico Whitaker Divulgação

O Fórum Social Mundial (FSM), criado em 2001 em Porto Alegre, acontece este ano pela primeira vez em um país desenvolvido e no Hemisfério Norte, o Canadá. Sobre o tema, o RFI Convida entrevistou um dos fundadores do evento, Chico Whitaker, que nos falou diretamente de Montreal, cidade que acolhe o fórum desde ontem.

Publicidade

"A realização do evento no Canadá representa uma tomada de consciência geral de que os problemas que enfretamos para mudar o mundo não acontecem só no Hemisfério Sul, mas no mundo inteiro. Um exemplo são os problemas ecológicos, como as mudanças climáticas", disse.

Após 15 anos da criação do fórum, Whitaker faz um balanço do evento. "Ele possibilitou que a sociedade civil se tornasse um ator efetivo no processo político, das ONGs aos movimentos sociais. O fórum é o grande espaço de encontro de todos os componentes da sociedade civil do mundo inteiro."

Ele também fala na entrevista de novos temas abordados no evento, como a questão nuclear, do contraponto ao Fórum Econômico de Davos e sobre o destaque dado à crise política brasileira em palestras e mesas redondas nesta edição canadense.

O FSM foi realizado sobretudo em Porto Alegre (quatro edições), mas também em Belém do Pará, no Mali, na Índia, no Paquistão e duas vezes na Tunísia.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.