Acessar o conteúdo principal
Peru

Terremoto no Peru deixa ao menos 9 mortos e mais de 50 feridos

Região de Arequipa, no sul do Peru, foi sacudida por um terremoto de 5,2 graus na escala Richter na noite de domingo (14).
Região de Arequipa, no sul do Peru, foi sacudida por um terremoto de 5,2 graus na escala Richter na noite de domingo (14). Wikipedia

Ao menos nove pessoas morreram e 52 ficaram feridas na noite de domingo (14), depois que um terremoto de 5,2 graus na escala Richter sacudiu a região de Arequipa, no sul do Peru. O fenômeno provocou o desabamento de várias casas e bloqueou estradas, segundo a Defesa Civil do país.

Publicidade

De acordo com as autoridades, o número de vítimas deve aumentar nas próximas horas. Muitas pessoas estão desaparecidas.

Segundo o Instituto Peruano de Geofísica, o epicentro do terremoto foi registrado a dois quilômetros da cidade de Chivay, capital da província de Caylloma, às 22h (hora local). O tremor provocou um deslizamento de terra que destruiu cerca de 50 residências e estradas, dificultando o acesso dos bombeiros ao local. Várias réplicas voltaram a sacudir a região durante a manhã desta segunda-feira (15).

"Sentimos um tremor muito forte que causou estragos no vale de Colca. A comunicação com as cidades vizinhas foram interrompidas e estamos tentando desbloquear as estradas. Há vários mortos", disse o prefeito de Caylloma, Rómulo Tinta. Já a governadora de Arequipa, Yamila Osorio, indicou que mais de 80 residências foram destruídas.

O último terremoto de grande magnitude no Peru foi registrado em agosto de 2007. Na época, um tremor de 7,9 graus na escala Richter deixou 600 mortos e devastou a cidade de Pisco, no sudoeste do país.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.