Acessar o conteúdo principal
EUA/Violência

Explosão em bairro movimentado de Nova York deixa 29 feridos

Bombeiros de New York no local da explosão, no bairro Chelsea.
Bombeiros de New York no local da explosão, no bairro Chelsea. REUTERS/Rashid Umar Abbasi

Uma explosão na noite deste sábado (17) no bairro Chelsea, em Nova York, deixou ao menos 29 feridos, sendo um em estado grave, mas sem risco de vida. Segundo a imprensa local, uma bomba teria sido colocada em uma lata de lixo em um avenida repleta de bares e restaurantes. Uma investigação já foi aberta para esclarecer as causas do incidente. As autoridades americanas descartam no momento a hipótese de uma ligação com terrorismo. Segundo o prefeito Bill de Blasio, o ato seria uma "vingança intencional".

Publicidade

No local da explosão, o prefeito declarou: “Até o momento, não há prova alguma de um vínculo terrorista com este incidente”. No entanto, Bill de Blasio explicou que as informações ainda são preliminares. “Não há nenhuma ameaça terrorista particular contra a cidade de Nova York”, acrescentou.

A polícia evocou a possibilidade de um segundo artefato explosivo que teria sido encontrado quatro quadras mais à frente, mas sem dar maiores detalhes.

Especialistas de uma unidade anti-terrorista compareceram ao local e a polícia investiga a origem da explosão, que segundo o prefeito seria um “ato intencional”. Várias hipóteses foram sugeridas, entre elas a de uma bomba artesanal colocada em uma lixeira ou a explosão provocada por gás. De acordo com testemunhas, vidraças foram quebradas e carros próximos ao local da explosão foram atingidos.

Temor às vésperas da Assembleia da ONU

Seis dias após o 15° aniversário dos atentados de 11/09, a explosão no bairro Chelsea reaviva o temor dos moradores de Nova York, que começa a receber a partir deste domingo a visita de vários chefes de Estado e de governo que irão para participar da 71ª Assembleia Geral da ONU.

A preocupação cresceu também depois da explosão de uma bomba artesanal também no sábado em uma lixeira em Seaside Park, no estado vizinho de New Jersey. A bomba foi programada para ser detonada durante a passagem de uma corrida organizada pelos Marines, mas o evento, que atraiu centenas de corredores, atrasou. Por isso, o artefato explodiu sem fazer vítimas.

Até o momento, não foram estabelecidas ligações entre as explosões de Nova York e Seaside Park,
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.