Acessar o conteúdo principal
Estados Unidos

Saiba quais setores ganham com a vitória de Trump

Alguns setores da economia torciam para a vitória de Donald Trump
Alguns setores da economia torciam para a vitória de Donald Trump REUTERS/Andrew Kelly

Apesar de ter estremecido as bolsas de valores nesta quarta-feira (9), a vitória de Donald Trump na corrida pela Casa Branca não deixou apenas descontentes. Vários setores da economia comemoraram a escolha do democrata para o cargo de 45° presidente do Estados Unidos.

Publicidade

Se o mercado financeiro viveu um dia de instabilidade após o anúncio do resultado das eleições norte-americanas, os empresários da indústria farmacêutica ficaram claramente aliviados com a derrota de Hillary Clinton. Durante toda a campanha, a candidata democrata ameaçou uma redução nos preços dos medicamentos e a dúvida pesava sobre o setor há vários meses.

"Os investidores temiam as ações que poderiam ser tomadas por (Hillary) Clinton" para limitar os preços, comentou Philippe Lanone, analista da Natixis. "O pior cenário para a indústria, o de uma vitória democrata, já não é mais possível", escreveram em nota os analistas do gestor de ativos Candriam.

O alívio foi sentido nos mercados. Empresas como a francesa Sanofi, a alemã Bayer ou ainda o laboratório farmacêutico britânico AstraZeneca registraram alta na bolsa de valores.

Indústria da Defesa apostava no republicano

As promessas de vigiar as fronteiras do país e intensificar a luta contra o terrorismo também representam podem representar mais investimento em outras áreas nos Estados Unidos. "Desde o início de sua candidatura, Trump fala em aumentar o orçamento de Defesa, e por isso é um dos setores que poderá se beneficiar mais com sua vitória" indica Andrea Tuéni, analista para o Saxo Banque.

As ações dessa indústria também subiram após a divulgação dos resultados, que também podem beneficiar de um contexto específico na Europa, que tende a reativar esse setor. "Entre o Reino Unido que se dispõe a deixar a União Europeia, e a posição americana que será nova se o presidente Trump aplicar o que disse, haverá mudanças maiores na postura de defesa na Europa", afirmou nesta quarta-feira o presidente do Grupo de indústrias francesas aeronáuticas e espaciais, Marwan Lahoud.

As ações do grupo francês Thales, que tem a segurança entre suas atividades, ganharam 4,94%, enquanto os papeis da gigante norte-americana Lockheed Martin subiram 5,86%.

Construções devem aquecer indústria metalúrgica

Além destas áreas, "há ambiciosos planos de infraestruturas propostos por Trump" destaca Andrea Tuéni. "É um elemento positivo" que alimenta altas no setor, explica.

Durante a campanha, o republicano prometeu reconstruir autoestradas, pontes, túneis, aeroportos e hospitais. “Vamos reconstruir nossas infraestruturas, que serão inigualáveis, e fazendo isso daremos trabalho a milhões de pessoas", martelou Donald Trump em sua primeira intervenção depois da vitória.

Resultado: a cotação do cobre alcançou nesta quarta-feira seu maior valor em 18 meses. Na Bolsa de Paris, as ações da ArcelorMittal subiram mais de 10%. A anglo-suiça Glencore ganhou mais de 6% e a canadense Goldcorp subiu 4,48%.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.