Acessar o conteúdo principal
Política/Guatemala

Guatemala anuncia transferência de embaixada para Jerusalém

Seguindo orientação de Washington, a Guatemala reconhece Jerusalém como capital de Israel.
Seguindo orientação de Washington, a Guatemala reconhece Jerusalém como capital de Israel. REUTERS/Amir Cohen le Dôme du Rocher et la Mosquée al-Aqsa,

O presidente Jimmy Morales resolveu seguir os passos do chefe de Estado americano Donald Trump, e anunciou neste domingo (24) a intenção de transferir a embaixada guatemalteca de Tel Aviv para Jerusalém.

Publicidade

Em sua conta no Twitter, Morales escreveu que já passou instruções para a ministra das Relações Exteriores, Sandra Jovel, iniciar os procedimentos para colocar a decisão em prática.

O presidente guatemalteco anunciou a transferência de sua embaixada depois de conversar por telefone com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

Segundo Morales, os dois países têm excelentes relações. A Guatemala foi um dos nove países a ter se aliado aos Estados Unidos e à Israel durante o voto, no dia 21 de dezembro, de uma resolução da Assembleia-Geral na ONU condenando o reconhecimento de Jerusalém como capital israelense por Washington.

Na véspera, o presidente Donald Trump havia ameaçado os países que votassem a favor da resolução de cortar o apoio financeiro dos americanos. Segundo o correspondente da RFI Patrick John Buffe, devido à forte dependência econômica da Guatelama dos Estados Unidos, o presidente Morales cedeu às pressões da Casa Branca.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.