Acessar o conteúdo principal
EUA

Suposto autor dos ataques com explosivos no Texas está morto, diz polícia dos EUA

Polícia do Texas isolou área de Austin onde homem detonou uma bomba e se suicidou na madrugada desta quarta-feira (21).
Polícia do Texas isolou área de Austin onde homem detonou uma bomba e se suicidou na madrugada desta quarta-feira (21). REUTERS/Loren Elliott

Um suspeito procurado por ataques com pacotes-bomba em Austin, no Texas, morreu na madrugada desta quarta-feira (21). Ele explodiu o veículo no qual estava no momento em que as autoridades se preparavam para detê-lo, informou a polícia.

Publicidade

O chefe de polícia de Austin, Brian Manley, afirmou acreditar que o suspeito, homem branco de 24 anos, é responsável pelas cinco explosões que deixaram dois mortos e vários feridos no Texas desde 2 de março. Os ataques provocaram grande preocupação entre os moradores deste Estado do sul dos Estados Unidos.

A polícia chegou até ele ao analisar imagens de vídeo, após uma quinta explosão ocorrida na terça-feira (20) em um centro de distribuição da Fedex em uma cidade na periferia de Austin, que deixou um ferido. Um sexto pacote-bomba foi interceptado a tempo na capital texana também ontem.

Suspeito explodiu uma bomba em seu carro 

Na madrugada desta quarta-feira, a polícia rastreou o carro do suspeito até um hotel nas proximidades de Austin. Enquanto os agentes esperavam a chegada de equipes táticas, o suspeito começou a se afastar do veículo.

No momento em que os policiais pretendiam impedir seu avanço e prendê-lo, o homem detonou uma bomba dentro do carro e morreu, explicou Manley. Um policial ficou levemente ferido.

O chefe de polícia afirmou não conhecer as motivações do suspeito. Sua identidade ainda não foi revelada.  

Os agentes do FBI relacionaram a explosão desta madrugada a uma série de ataques iniciada em 2 de março no Texas. A Casa Branca descartou desde o início a pista terrorista. Segundo o presidente americano, Donald Trump, o autor das explosões seria uma pessoa "muito doente".

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.