Acessar o conteúdo principal
Califórnia/ Tiroteio

Tiroteio na Califórnia deixa quatro mortos e seis feridos em festa familiar

Novo tiroteio em Fresno, na California, deixa quatro mortos e seis feridos em festa no quintal de uma casa.
Novo tiroteio em Fresno, na California, deixa quatro mortos e seis feridos em festa no quintal de uma casa. Frederic J. BROWN / AFP

Quatro pessoas foram mortas a tiros e outras seis ficaram feridas enquanto assistia a um jogo de futebol no quintal de uma casa no centro da Califórnia no domingo (17), informou a polícia.

Publicidade

A polícia foi chamada ao local depois que pelo menos uma pessoa abriu fogo contra uma multidão de cerca de 35 pessoas reunidas do lado de fora da casa em Fresno, cerca de 320 quilômetros ao norte de Los Angeles.

"Três pessoas morreram no local", disse Michael Reed, vice-chefe de polícia de Fresno, acrescentando que uma quarta foi levada às pressas para o hospital em estado crítico e sucumbiu aos ferimentos no local.

Todos os quatro mortos e os seis tratados por ferimentos a bala "sem risco de vida" eram homens com idades entre 25 e 35 anos, disse Reed.

"Nosso coração está voltado para as famílias das vítimas... isso é violência sem sentido. Estamos fazendo tudo o que podemos para levar os autores à justiça", acrescentou.

Reed disse que não está claro quantos criminosos estiveram envolvidos no tiroteio e que "não há indicação" de que o incidente esteja relacionado a gangues.

O porta-voz da polícia Bill Dooley disse que os policiais estavam procurando imagens de vigilância e testemunhas para rastrear os suspeitos.

Ele disse que as vítimas eram um grupo de familiares e amigos que se reuniram na residência para assistir a uma partida de futebol.

O conselheiro de Fresno, Luis Chavez, que representa o distrito onde ocorreu o tiroteio, disse que o incidente "não foi um reflexo da nossa comunidade".

"Nossos policiais estão trabalhando diligentemente para reunir a sequência de eventos que levaram a isso, mas mais importante para levar todos os envolvidos à justiça", disse ele, em comentários relatados pelo jornal Fresno Bee.

Tiroteios frequentes

Tiroteios são frequentes nos Estados Unidos, mas, apesar da escala do problema da violência armada no país, os esforços para resolvê-lo no Legislativo têm gerado um impasse no nível federal.

Choua Vang, que mora perto do local do ataque, disse que o incidente de domingo foi o segundo tiroteio na área em poucas semanas.

"Faz-me sentir inseguro estar do lado de fora quando o sol se põe", disse ele ao Fresno Bee.

Três dias antes do ataque deste domingo, um adolescente matou dois colegas de escola em uma escola no subúrbio de Los Angeles antes de virar a arma para si mesmo.

O atirador morreu em um hospital um dia depois, deixando os detetives perplexos com a aparente falta de motivo para o crime.

Em julho, um atirador de 19 anos abriu fogo em um festival de comida em Gilroy, várias horas de carro a oeste de Fresno, matando três pessoas.

(Com informações da AFP)

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.