Acessar o conteúdo principal
Eleições 2010/Portugal

Petista vence primeiro turno com ampla vantagem em Portugal

Voto em uma seção eleitoral no exterior.
Voto em uma seção eleitoral no exterior. J. Alencar

O mau tempo neste domingo em Portugal afastou os eleitores das urnas. A taxa de abstenção foi elevada na capital, Lisboa, assim como na cidade do Porto.

Publicidade

Adriana Niemeyer, correspondente da RFI em Lisboa

Se o resultado eleitoral de Portugal fosse uma mostra representativa das eleições no Brasil, a petista Dilma Rousseff poderia ser considerada a nova presidente do país com 57% dos votos dos eleitores cadastrados em Lisboa e 58% dos eleitores do Porto. José Serra, do PSDB, aparece em segundo lugar com 29,6% em Lisboa e 27,9% no Porto. Marina Silva obteve respectivamente 15,8% e 12,9%. Lisboa é o segundo maior colégio eleitoral brasileiro no exterior e Porto, o quarto.

A abstenção dos brasileiros aptos a votar em Portugal foi a maior desde que se vota para presidente no exterior. Historicamente, a taxa esteve em torno dos 50% do eleitorado. Desta vez, em Lisboa, somente 31% dos 12 mil brasileiros com direito a voto compareceram às urnas. No Porto, com 10 mil eleitores, a participação foi um pouco maior com 35% de votantes.

O mau tempo que castigou Portugal, neste domingo, não ajudou a ida dos eleitores às urnas. Porém, uma abstenção a tal nível, no segundo e no quarto maior colégio eleitoral do exterior, no mínimo, deixa o que pensar.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.