Acessar o conteúdo principal
Mil Folhas

Universidade de integração com a África implantada no Ceará

Áudio 10:38
A professora Maria Aparecida da Unilab diante das obras da sede provisória da Universidade Federal da Integração LusoAfro-Brasileira, em Redenção.
A professora Maria Aparecida da Unilab diante das obras da sede provisória da Universidade Federal da Integração LusoAfro-Brasileira, em Redenção. RFI

A Universidade Federal de Integração LusoAfro-Brasileira (UNILAB) é a mais nova insitituição de ensino superior pública do Brasil. Ela começará a receber os primeiros 350 alunos em 2011. Metade das vagas é destinada a estudantes de países africanos de língua portuguesa ou do Timor Leste, e a outra metade a brasileiros, com prioridade para os estudantes da região de Redenção, cidade do interior do Ceará a 55 quilômetros de Fortaleza, onde a instituição está sendo implantada. A cidade de 27 mil habitantes foi escolhida para sediar a nova universidade porque foi o primeiro município do Brasil a abolir a escravidão, cinco anos antes da Lei Áurea e do resto do país. A reportagem da RFI visitou Redenção em setembro para conhecer o projeto e ouvir a reação dos moradores à implantação da UNILAB. Ouça a reportagem:

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.