Acessar o conteúdo principal
Brasil/França

Grupo Casino abre procedimento de arbitragem contra Abílio Diniz

O empresário brasileiro Abílio Diniz.
O empresário brasileiro Abílio Diniz. Reprodução do jornal Le Figaro

O grupo francês Casino iniciou nesta quarta-feira um procedimento visando expulsar Abílio Diniz da presidência de sua filial brasileira CBD Pão de Açucar. A empresa alega que o fato do empresário ocupar o mesmo cargo na fornecedora Brazil Foods (BRF) é ilegal.

Publicidade

A empresa, que divulgou uma nota à imprensa, considera que Diniz não pode continuar a liderar o número um da distribuição no Brasil depois de ter assumido a presidência do grupo alimentar Brazil Foods SA (BRF), um de seus principais fornecedores das filiais do grupo Casino no Brasil, que possui as marcas Sadia e Perdigão.

O empresário brasileiro, que não se demitiu do cargo, apesar dos pedidos do grupo francês, alega que pode acumular as duas funções. Essa situação configura, segundo os franceses, um conflito de interesses, e desrespeita o acordo entre os acionistas do Casino e do BRF, além de violar as leis brasileiras. Utilizando esse argumento, o grupo Casino entrou com uma queixa no processo de arbitragem, onde até agora era a parte acusada.

O Casino chegou a cogitar uma ação na Justiça comum, mas optou pela arbitragem, como estipula o contrato de Diniz. A fórmula é utilizada para diferendos comerciais. No procedimento, previsto no Direito Comercial, o árbitro é escolhido por ambas partes, que respeita uma convenção privada. O empresário brasileiro participou nesta terça-feira da divulgação dos balanços trimestrais da BRF e do Pão de Açúcar.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.