Acessar o conteúdo principal
Brasil/Portugal

Dilma defende investimentos mútuos entre Brasil e Portugal

Presidente brasileira Dilma Rousseff durante o encontro com o líder português Aníbal Cavaco Silva.
Presidente brasileira Dilma Rousseff durante o encontro com o líder português Aníbal Cavaco Silva. REUTERS/Jose Manuel Ribeiro

A presidente brasileira passou o dia em Lisboa nessa segunda-feira, 10 de junho, para participar das cerimônias de encerramento do "Ano do Brasil em Portugal". Mas a viagem de Dilma Rousseff foi marcada principalmente por encontros políticos e debates ligados às relações econômicas entre os dois países. Um acordo para o reconhecimento recíproco de diplomas de engenheiros e arquitetos faz parte dos documentos assinados durante a estadia. 

Publicidade

Marcelo Valadares, correspondente da RFI em Lisboa

No encontro com o presidente português Aníbal Cavaco Silva, Dilma destacou a importância dos investimentos brasileiros em Portugal, exemplificando com a fábrica da Embraer em Évora, sul de Portugal, e dos investimentos da GALP Energia nos campos de petróleo do Pré Sal. A presidente ainda falou sobre a crise econômica nos países europeus e disse que está confiante na rápida melhora das nações em dificuldades no velho continente. Para finalizar, a líder brasileira enfatizou a importância que Portugal teve na campanha para a eleição de Roberto Azevêdo a diretor-geral da OMC (Organização Mundial do Comércio).

Cavaco Silva também falou sobre a boa relação entre os dois países ao longo da história e defendeu a entrada do Brasil como membro permanente do Conselho de Segurança da Nações Unidas que, segundo ele, “sempre tem tido e continua a ter o apoio de Portugal”. O presidente português enfatizou ainda que Lisboa considera estratégico o investimento de empresas brasileiras no país. “A visita da presidenta da república do Brasil servirá para alertar os empresários brasileiros para as potencialidades de Portugal”, destacou.

Dentre os acordos assinados entre Portugal e Brasil, está o de reconhecimento de diplomas de engenheiros e arquitetos portugueses no Brasil e um acordo relativo à cooperação na área de biotecnologia. Antes de voltar ao Brasil, a presidente entrega o prêmio Camões de Literatura ao escritor moçambicano Mia Couto. A comitiva brasileira deixa Lisboa ainda na noite dessa segunda-feira com destino a Brasília.

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.