Acessar o conteúdo principal
Correio dos Ouvintes para o Brasil

Festas históricas e tradicionais no Correio dos Ouvintes

Áudio 09:35
reims.fr/culture-patrimoine

No nosso programa desta semana, dedicado aos aniversariantes do mês, vamos visitar a cidade de Reims onde é feita uma reconstituição histórica do século XV. Em seguida, rumo sul da França, para conhecer as festas que homenageiam as cerejas.

Publicidade

Festa de Joana d'Arc

 

A "Johanniques", nome dado a Festa de Joana D’Arc, acontece todos os anos na cidade do champanhe, Reims. Joana D'Arc que era chefe do exército francês e lutava contra o domínio inglês, teve visões que lhe ordenavam salvar a França e coroar o rei Carlos VII. Foi assim que num 17 de julho de 1429, Carlos VII foi coroado e consagrado na  Catedral de Reims em presença do arcebispo, Renault de Chartres. Em homenagem a esta data, durante 2 dias, a cidade dos sagrados "la Ville des Sacres", como é conhecida, mergulha em plena Idade Média. Inúmeras programações são feitas: cena musical, peças de teatro, representações de falcoaria, menestréis de ruas e muitos ateliês temáticos para crianças e adultos.

Flickr/ Creative Commons

Mais de 130 profissionais convidam a todos para participar dos inúmeros espetáculos, concertos e shows. Desfiles com cavaleiros e personagens medievais pelas ruas da cidade. Um espetáculo chamado "Rêve de Couleurs", sonho de cores, que são jogos de luzes, é projetado, durante todo o mês de maio, nos muros da Catedral de Reims.

Nos arredores da cidade, encontram-se feiras livres com objetos medievais feitos de bronze, vidro e resina que são vendidos. Comidas típicas da região podem ser degustadas. Muita alegria, música e dança animaram a cidade de Reims neste fim de semana.

Festa da Cereja

Todos os anos, várias cidades francesas organizam a Festa da Cereja.

Cada uma, reivindicando ter a melhor produção de cerejas. Duas dentre elas, uma no sudeste e outra no sudoeste da França, festejaram a cereja neste fim de semana.

rillaudsbrissac

Em Itxassou, nos países bascos, a degustação das cerejas produzidas na região, foi realçada com muitas animações, tanto gustativas quanto através de apresentações das tradições locais com danças folclóricas, desfiles,  espetáculos e como sempre, teve a participação da Confraria das cerejas.

O mesmo aconteceu no departamento da Província Alpes, na cidadezinha de Caseneuve que pelo 8 ano consecutivo organizou o Festival da Cereja, uma iniciativa genuína recheada de atrações culturais e recreativas que propõem a descoberta deste produto faro da região.

A cada ano mais de 7000 mil toneladas de cerejas são produzidas na região de Caseneuve. Destinadas sobretudo a fabricação de doces e geleias, as de melhor calibre são vendidas. Com esta festa da cereja abre-se o período estival turístico e os visitantes aproveitam para descobrir as belezas deste vilarejo que possui um belíssimo castelo.

A cidade de Caseneuve com seu castelo.
A cidade de Caseneuve com seu castelo. Flickr/ Creative Commons

No dia da Cereja, diversos grupos de músicas populares e tradicionais animam as ruas de Caseneuve, passeios de carruagem, feira com produtos vindos da região como mel, queijos de cabra. Concursos de chapeis confeccionados sobre o tema da cereja. Concurso do melhor cuspidor de caroço de cereja. Concursos de culinária melhor sobremesa a base de cereja.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.