Acessar o conteúdo principal
Minas/Barragem

Exército ajuda nas buscas de desaparecidos no rompimento de barragens em Minas

A onda de lama tóxica interrompe o tráfego em várias estradas de terra na região de Mariana.
A onda de lama tóxica interrompe o tráfego em várias estradas de terra na região de Mariana. REUTERS/Ricardo Moraes

Militares do Exército já chegaram a Bento Rodrigues, distrito de Mariana, no centro de Minais Gerais, para ajudar nos trabalhos de resgate das vítimas atingidas pelo rompimento de duas barreiras na mineradora Samarco, na tarde dessa quinta-feira (5). Segundo a rádio Itatiaia, a lama já atinge Barra Longa, cidade que fica a 60 km do local do acidente.

Publicidade

De acordo com a Rádio Itatiaia, parceira da RFI em Minas, oito militares do Exército fazem um mapeamento da região atingida pela tragédia para identificar locais onde vítimas podem estar isoladas. Os oficiais trocam informações com as autoridades mineiras no ginásio de Mariana, onde estão 150 desabrigados.

O governo federal colocou à disposição de Minas o Exército, a vigilância sanitária nacional e toda a estrutura da União para ajudar na localização das vítimas e no amparo às famílias. As informações sobre o número de vítimas ainda são desencontradas. Até o momento, uma morte foi confirmada e 16 pessoas estão desaparecidas.

Lama se espalha pela região

A lama tóxica se espalha pela região assustando moradores de cidades vizinhas. O analista contábil Leonardo de Freitas, 37 anos, morador de Barra Longa, município de seis mil habitantes a 60 km do local do rompimento, telefonou à Rádio Itatiaia nesta sexta-feira (6) para informar que a lama gerada com o rompimento das barragens chegou a sua cidade. “Ajudem, por favor. A água e a lama estão subindo próximas do reservatório da Copasa", disse o analista à Itatiaia. Segundo Freitas, as propriedades rurais próximas à margem do rio que passa pelo município foram atingidas.

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, e o ministro da Integração, Gilberto Occhi, devem visitar o distrito de Bento Rodrigues hoje.

O ginásio da cidade de Mariana está recebendo doações para as famílias que perderam suas casas destruídas pela onda de lama e detritos que desceu das barragens de rejeitos da mineradora.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.