Acessar o conteúdo principal
Brasil/emprego

Brasil tem piores expectativas de emprego do mundo, segundo pesquisa

Brasil tem pior expectativa de trabalho no mundo, diz pesquisa.
Brasil tem pior expectativa de trabalho no mundo, diz pesquisa. http://pixabay.com

O Brasil é o país com as piores expectativas em relação ao mercado de trabalho do mundo para o último trimestre do ano, afirma uma pesquisa divulgada nesta terça-feira (13) no Panamá.

Publicidade

A pesquisa da empresa de Recursos Humanos Manpower aponta que o Brasil tem 7% de tendência negativa a criar emprego, o pior de todos os países analisados e o único que aparece com índice negativo.

"Infelizmente, existe uma contração econômica no Brasil, a qual, junto à instabilidade política e social, não está contribuindo para um ambiente favorável para os investimentos nesse país", disse à AFP a gerente de recrutamento da Manpower no Panamá Alejandra Vega, que apresentou o estudo.

O Brasil enfrenta uma recessão iniciada no segundo trimestre de 2015, ano que terminou com uma contração de 3,8%. A recessão se arrasta em 2016. As projeções oficiais indicam que a atividade econômica do Brasil cairá 3% e terá seu primeiro biênio recessivo desde a década de 1930.

Três países orientais apresentam melhores perspectivas

Enquanto isso, Índia (+32), Japão (+23) e Taiwan (+21) apresentam as melhores perspectivas de emprego globais, "porque oferecem mão de obra muito qualificada a baixo custo", explicou Vega.

Além disso, os Estados Unidos (+18), que se recuperam da crise financeira de 2008, apresentam a quarta melhor projeção do emprego do mundo pelo aumento dos investimentos, acrescentou Alejandra Vega.

O estudo indica que empresários em 23 dos 43 países analisados melhoram suas expectativas de emprego em comparação com o trimestre anterior e somente 11 pioram.

(Com informações da AFP)
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.