Acessar o conteúdo principal
RFI Convida

José Alves, secretário de Turismo: "Viemos a Paris promover a Bahia"

Áudio 06:33
José Alves, secretário de Turismo da Bahia
José Alves, secretário de Turismo da Bahia LC

O Salão do Chocolate, que aconteceu em Paris de 28 de outubro a 1° de novembro, foi uma ocasião para a Bahia fazer uma ofensiva turística para atrair franceses para a Costa do Cacau, formada por sete municípios produtores do fruto (Canavieiras, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Santa Luzia, Una e Uruçuca) .José Alves, secretário de Turismo da Bahia, lembra que o cacau é a grande matéria prima para se fazer o chocolate. "A Bahia tem mais de vinte marcas de origem, que são marcas especiais de chocolates super finos, de alto grau de qualidade. Do mesmo modo que na França há famílias que produzem uvas bastante selecionadas, na Bahia há famílias que produzem amêndoas bastante selecionadas. E a qualidade vai aumentando a cada colheita que passa, a cada ano...", diz.Essa produção tão rica é, para Alves, a porta de entrada para o turismo na região. "Na verdade, essa Costa vira atração porque temos fazendas que têm desde o inicio da plantação do cacau, a colheita e a transformação da amêndoa, até a produção do chocolate".O turista que visitar a região pode visitar diversas fazendas, observar a produção e ter o prazer de degustar e comprar o produto. "Como nas vinícolas da França", compara Alves.Lembrando que a Bahia tem 13 regiões turísticas, o secretário explica que foram capacitadas 40 agências turísticas francesas para atrair os viajantes, com um pacote formatado em quatro pontos: gastronomia, indumentária, cultura e música.  

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.