Acessar o conteúdo principal
Liberdade de Imprensa

Intercept Brasil ganha apoio de 26 ONGs e mídias nacionais e internacionais

ONGs e veículos da imprensa se uniram em apoio ao site The Intercept Brasil e seu fundador, o americano Glenn Greenwald (foto).
ONGs e veículos da imprensa se uniram em apoio ao site The Intercept Brasil e seu fundador, o americano Glenn Greenwald (foto). Reprodução

O site francês de jornalismo investigativo Mediapart se uniu a 26 organizações internacionais e brasileiras de defesa da liberdade de expressão, em apoio ao site de notícias The Intercept Brasil. Eles condenam o que qualificam de “campanha de intimidação” do veículo, que denunciou irregularidades na operação Lava Jato.

Publicidade

Em um comunicado coletivo divulgado no dia 31 de julho, o grupo afirma que o site brasileiro é alvo de uma onda de ataques e tentativas de desestabilização contra seus representantes. No texto, encabeçado pela ONG Repórteres sem Fronteiras (RSF), os participantes afirmam que desde 9 de junho, quando as informações sobre as possíveis falhas da Lava Jato foram publicadas pelo The Intercept Brasil, seus integrantes, principalmente seu fundador, Glenn Greenwald, são vítimas de insultos e ameaças de morte.

“Nós, que assinamos esse chamado, consideramos que as tentativas de desestabilizar e atingir a credibilidade do The Intercept Brasil e dos veículos parceiros nessas publicações, independentemente de sua origem, constituem uma grave ameaça para a liberdade de informação. Estas têm por efeito não somente desviar a atenção da opinião pública sobre o conteúdo das revelações, mas reforçam sobretudo o grau de hostilidade do ambiente em que atua a imprensa, em especial os jornalistas investigativos”, escrevem os signatários. Eles lembram que “o Estado brasileiro tem a obrigação de garantir a proteção dos comunicadores”.

O site Mediapart, que faz parte da ação, é conhecido por realizar um trabalho de jornalismo investigativo bastante ativo e respeitado na França. Eles foram responsáveis por várias denúncias envolvendo políticos do país. A mais recente delas foi o escândalo de gastos abusivos de dinheiro público visando o então ministro francês do Meio Ambiente, François de Rugy, que acabou renunciando. Mediapart também foi responsável pela queda de François Fillon, um dos candidatos favoritos da direita para a eleição presidencial francesa, que teve que abandonar a campanha após a revelação de que sua mulher beneficiava de um emprego fantasma.

Confira abaixo a lista de signatários do documento em apoio ao site Intercept:

- Agência Pública de Jornalismo Investigativo
- Amnesty International Brazil
- Article 19 Brasil
- Asociación de la Prensa de Madrid (APM)
- Associação Brasileira de Imprensa (ABI)
- Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji)
- Associação dos Correspondentes Estrangeiros (ACE) de São Paulo
- Committee to Protect Journalists (CPJ)
- Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ)
- Federación de las Asociaciones de Periodistas de España (FAPE)
- Freedom House
- Freedom of the Press Foundation
- Global Editors Network (GEN)
- Human Rights Watch
- IFEX
- Index on Censorship
- Instituto Vladimir Herzog
- Interamerican Press Association (IAPA/SIP)
- International Press Institute
- Intervozes
- Mediapart
- Observatório da Imprensa
- PEN International
- Reporters sans frontières (RSF)
- The Guardian
- Witness Brasil

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.