Acessar o conteúdo principal
RFI Convida

“Estamos no caminho para consolidar carreira internacional”, diz duo Anavitória em Paris

Áudio 07:08
Ana Caetano e Vitória Falcão
Ana Caetano e Vitória Falcão RFI

Elas se completam. Não apenas no nome, que deu origem ao duo, mas num casamento de vozes afinado e espontâneo. Anavitória faz show nesta quinta-feira (20) na conceituada casa de espetáculos Newmorning, em Paris. As cantoras brasileiras estão em turnê pela Europa e passaram pelos estúdios da RFI, onde contaram sobre a carreira ascendente.

Publicidade

Para ver a entrevista na íntegra, clique no vídeo abaixo.

Ana Caetano e Vitória Falcão nasceram no Tocantins. Mas o talento precoce da dupla logo ganharia o mundo através das redes e plataformas de streaming. Daí para os palcos foi um pulo. Elas se apresentaram no Rock in Rio, em 2019, e hoje tem uma agenda cheia.

Antes da apresentação na capital francesa, estiveram em Barcelona e Lisboa. Depois viajam para Dublin, Londres e Nova York. Porém, ainda hoje, muita gente se pergunta como começou essa amizade musical.

“Nós somos de Araguaína, uma cidade pequena no interior do Tocantins. Nós nos conhecemos desde pequenas, mas não éramos próximas. Somos de séries diferentes na escola”, explica Ana. “E quando éramos adolescentes, eu fiquei muito próxima de uma amiga dela e essa amiga em comum nos apresentou. Eu vi que a Vitória cantava e já tinha um canal no Youtube. Então eu a chamei para gravar uma música comigo. Nós gravamos um cover e mandamos para o Felipe Simas, que é o nosso empresário hoje, e ele nos convidou para gravar em São Paulo. Assim nasceu o projeto”, completa.

Da Internet para o Grammy

No início, o duo Anavitória fez um sucesso enorme no Youtube. Em apenas um dia, a canção “Singular” teve mais de 1 milhão de visualizações. Quando perguntadas se a turnê na Europa é a consolidação de uma carreira internacional, elas se mostram prudentes.

“Eu acho que é caminho dela, o primeiro passinho. A consolidação ainda está longe”, responde Ana Caetano, com humildade.

Apesar da pouca idade (Ana tem 25 e Vitória, 24), as cantoras têm uma bagagem carregada de prêmios. O primeiro álbum, “Anavitória” (2016), ganhou um disco de diamante, com mais de 300.000 mil cópias vendidas. O trabalho também recebeu duas indicações ao Grammy Latino, vencendo melhor canção em Língua portuguesa com “Trevo”, parceria com o músico brasileiro Tiago Iorc.

Em 2018, o segundo álbum de estúdio “O Tempo É Agora” venceu o Grammy Latino de Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa. À RFI elas contaram que nunca esperavam um sucesso grande assim, tão cedo.

“De jeito nenhum”, diz Ana. “É sempre uma surpresa quando as coisas acontecem assim. Mas é a confirmação e resposta de que a gente está no caminho certo. Então é só alegria e muita gratidão”, acrescenta Vitória.

Inspiração no dia a dia

Violonista e compositora do duo, Ana Caetano diz que se inspira no próprio diário para escrever as letras, cheias de poesia e romantismo.

“Eu não sei como as letras chegam até mim, mas é tudo muito fiel à vivência. Eu gosto de escrever sobre as coisas que eu vivo e isso é muito transparente nas músicas”, afirma.

“Quando a música chega, a gente vai testando as vozes para ver o que a gente gosta, o que soa melhor aos nossos ouvidos e assim vai, até chegarmos a um formato que a gente ame muito”, completa Vitória.

Parceria com Nando Reis

O terceiro álbum de estúdio do duo Anavitória, intitulado N (2019), é composto por regravações de canções do cantor e compositor Nando Reis.

“A gente é muito fã dele desde sempre. Em 2018, fizemos uma turnê dos namorados com ele e foi quando selamos o nosso encontro”, diz Ana. “Porque a gente já tinha se visto, mas não se conhecia de verdade. Então nós fizemos cinco shows por capitais brasileiras e nos amamos muito. Depois, quisemos celebrar esse encontro gravando as músicas dele e dando outra voz ao discurso do Nando Reis. Foi um disco que a gente amou fazer. Foi a primeira vez que ficamos isolados no estúdio, somente a Vitória, eu e o nosso produtor, e foi muito especial”, conclui Ana Caetano.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.