Acessar o conteúdo principal
Saúde

Cão-guia ajuda na inclusão social do deficiente visual

Áudio 03:53
O cão-guia é um animal adestrado para guiar pessoas cegas ou com deficiência visual grave, ou auxiliá-los nas tarefas caseiras.
O cão-guia é um animal adestrado para guiar pessoas cegas ou com deficiência visual grave, ou auxiliá-los nas tarefas caseiras. Flickr

Um cão-guia pode melhorar em muito a vida de um deficiente visual. Uma recente campanha na França reforçou a importância do animal para a inclusão social do deficiente e também teve como objetivos derrubar alguns tabus, como o de que ter um cão de cego é caro. Na França, pelo menos, uma federação reúne várias escolas de adestramento e fornece cerca de 200 animais treinados por ano a um custo zero ao deficiente. No Brasil, o adestramento de cães é feito por associações e também sem custos para o deficiente. No entanto, essas Ongs são poucas e as filas de espera são grandes. As iniciativas, por enquanto, são restritas. Um projeto federal prevê a instalação de cinco centros de treinamento em várias partes do Brasil. Luis Alberto Melchert, é professor de economia na FAAP e usa cães-guia há 40 anos, desde os 18. Ypsilon é seu quarto companheiro. Luis Alberto fala sobre a sua experiência. Conversamos ainda com Mônica Grimaldi, advogada, adestradora e presidente da Associação Cão-Guia de Cego.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.