Acessar o conteúdo principal
Suécia/Prêmio

Trio de cientistas ganha Nobel de Química por pesquisas sobre o DNA

REUTERS/Fredrik Sandberg/TT News Agency

O prêmio Nobel de Química de 2015 foi concedido nesta quarta-feira (6) a um trio de cientistas, o sueco Tomas Lindahl, o americano Paul Modrich e o turco-americano Aziz Sancar. Eles são recompensados pela Academia de Ciências da Suécia por terem descoberto de que maneira o DNA, que contém as informações genéticas dos seres vivos, se reconstui depois de ser danificado por substâncias cancerígenas, radicais livres ou radiações do tipo ultravioleta.

Publicidade

Quando o material genético contido no DNA é atacado, um conjunto de sistemas moleculares entra em ação e "conserta" a parte danificada. As pesquisas do trio forneceram informações fundamentais sobre o modo de funcionamento das células vivas, abrindo caminho a novas aplicações principalmente no tratamento contra o câncer.

O sueco Tomas Lindahl, de 77 anos, trabalha atualmente na Grã-Bretanha, em um instituto de pesquisas em Londres (Francis Crick Institute) e em seu próprio laboratório no sudeste da Inglaterra.

O americano Paul Modrich, de 69 anos trabalha em um instituto de pesquisas em Washington (Howard Hughes Medical Institute) e é professor de bioquímica na Universidade de Dunke, na Carolina do Norte.

O turco-americano Aziz Sancar, de 69 anos, leciona atualmente na Universidade de Chapel Hill, na Carolina do Norte. Cada um receberá um terço do prêmio de 8 milhões de coroas suecas, cerca de US$ 970 mil.

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.