Acessar o conteúdo principal

Confirmado novo caso fatal de ebola em Serra Leoa

OMS confirma novo caso fatal de ebola em Serra Leoa.
OMS confirma novo caso fatal de ebola em Serra Leoa. KENZO TRIBOUILLARD / AFP

A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou nesta sexta-feira (15) uma nova morte provocada pelo vírus ebola em Serra Leoa, um dia depois de declarar o fim da epidemia no oeste da África.

Publicidade

Todas as medidas foram tomadas para tentar circunscrever a propagação e identificar as pessoas que estiveram em contato com a vítima, uma mulher de 22 anos que ficou doente em uma localidade próxima à fronteira com a Guiné e que morreu há três dias. A família foi colocada em isolamento, assegurou à imprensa, em Freetown, um porta-voz do departamento nacional de segurança.

Além de responsáveis sanitários nacionais, integrantes da OMS e de centros americanos de controle e prevenção de doenças fazem parte da equipe de alto nível enviada em urgência para o norte de Serra Leoa.

O fim da epidemia em Serra Leoa foi declarado no dia 7 de novembro. Em seguida, foi a vez da Guiné, no dia 20 de dezembro. A Libéria foi declarada livre da doença ontem, após serem observados 42 dias – dobro de tempo máximo de incubação do vírus – sem nenhum novo caso após o segundo teste negativo no último paciente.

OMS havia alertado sobre possíveis novos focos

Mas o organismo havia advertido para a possibilidade do risco de novos focos em 2016, pois o vírus do ebola pode continuar presente em alguns fluidos corporais dos sobreviventes, como o sêmen, por exemplo, por até um ano.

A epidemia de ebola teve início em dezembro de 2013 na Guiné, de onde se propagou para Libéria e Serra Leoa, países de fronteira, antes de afetar nos dois anos seguintes uma dezena de países, incluindo Espanha e Estados Unidos, provocando um total de 11.315 mortes.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.