Acessar o conteúdo principal
Cinema

Começa participação brasileira no Festival de Veneza

Áudio 11:20
Cena do filme "Lope", de Andrucha Waddington, uma co-produção brasileira e espanhola sobre a juventude do poeta e dramaturgo Lope de Vega.
Cena do filme "Lope", de Andrucha Waddington, uma co-produção brasileira e espanhola sobre a juventude do poeta e dramaturgo Lope de Vega. Divulgação/Teresa Isasi

O Brasil tem dois filmes na seleção oficial do Festival Internacional de Cinema de Veneza, que teve início no dia 1º e vai até o dia 11 de setembro. A participação brasileira começa nesta segunda-feira com a exibição do curta-metragem "O Mundo É Belo", uma obra experimental sobre o tema do amor. Realizado pelo jovem cineasta Luiz Pretti, carioca radicado em Fortaleza, o filme será exibido na seção Horizontes e concorre ao prêmio de melhor curta-metragem. Mais experiente, o diretor Andrucha Waddington já esteve nos festivais de Cannes e Berlim com "Eu, Tu, Eles" e "Casa de Areia", respectivamente. Este ano ele participa pela primeira vez deste que é o mais antigo festival de cinema do mundo com seu novo filme, "Lope". A obra, sobre a juventude do grande poeta e dramaturgo espanhol Lope de Vega no século 16, será exibida fora de competição no dia 11 de setembro. Neste programa, os dois cineastas falam sobre seus filmes.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.