Acessar o conteúdo principal
TEATRO

Mais uma peça atiça ira de extremistas católicos franceses

Cena da peça "Golgota Picnic", do argentino Rodrigo Garcia.
Cena da peça "Golgota Picnic", do argentino Rodrigo Garcia. DR/Davir Ruano

Sob proteção policial, a peça “Golgota Picnic”, do argentino Rodrigo Garcia, estreou em Toulouse. Apesar da expectativa de protestos por parte de integristas católicos, a primeira apresentação aconteceu sem incidentes.

Publicidade

A peça é considerada blasfema por um setor extremista de católicos. Cerca de 200 manifestantes se juntaram diante do teatro Garonne, mas sem interromper a apresentação. Polêmico, o argentino Garcia põe em cena cinco personagens em um palco recoberto de pães de hambúrguer com cenouras e alho-poró na cabeça e corpos pintados – vestidos ou não.

Logo no início, um dos atores da companhia argentina, La Carnicería Teatro, diz: “Quem não tem senso de humor não entende nada da vida!”. O texto não é linear, mas a um certo momento descreve Jesus Cristo “colado como um autocolante na cruz”. Em outro momento, outro trecho diz: “Ele se diz um cordeiro, mas era na verdade um demônio ferrado”.

A precaução foi tomada após a polêmica passagem de outra peça por Paris, “Sobre o conceito do rosto do filho de Deus”, do italiano Romeo Castelluci, em outubro. Os integristas chegaram a invadir o palco para denunciar o conteúdo anticristão da peça. Nos dias seguintes, a segurança foi reforçada dentro e fora do teatro de la Ville, no centro da capital.

"Golgata picnic" estreia em Paris no dia 8 de dezembro.

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.