Acessar o conteúdo principal
UNESCO/Palestina

Palestinos vão indicar monumentos para lista da UNESCO

A igreja da Natividade, em Belém.
A igreja da Natividade, em Belém. (Foto : Wikipedia.org )

Os palestinos pretendem enviar nos próximos dias uma lista 20 monumentos em Jerusalém, Cisjordânia e Faixa de Gaza para inclusão na lista da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) de Patrimônio Mundial da Humanidade. O anúncio foi feito por Omar Awadallah, chefe da missão diplomática palestina na ONU.

Publicidade

O envio da lista é um primeiro passo para o processo de obtenção estatuto de patrimônio mundial, segundo a UNESCO. A relação inclui sítios históricos como a Igreja da Natividade de Belém, a Cidade Velha de Jerusalém, as cavernas de Qumran, onde os pergaminhos do Mar Morto foram encontrados e o litoral de Wadi Gaza.

A Cidade Velha de Jerusalém já tinha sido incluída na lista após uma petição da Jordânia. O local está classificado como ‘em perigo’, por causa do desenvolvimento urbano descontrolado e a deterioração decorrente do turismo.

A Palestina foi aceita como integrante da UNESCO no ano passado, apesar de objeções de Israel e dos Estados Unidos. Em retaliação, os dois países cortaram fundos destinados à organização. A UNESCO foi a primeira organização da ONU a reconhecer os palestinos como membros de pleno direito.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.