Acessar o conteúdo principal
Fotografia/Paris

Grand Palais expõe o glamour sensual de Helmut Newton

Cartaz da retrospectiva de Helmut Newton no Grand Palais, de Paris.
Cartaz da retrospectiva de Helmut Newton no Grand Palais, de Paris. © Grand Palais

Grand Palais, em Paris, abre uma retrospectiva dedicada ao mundo do fotógrafo Helmut Newton (1920-2004). Ele ficou conhecido por seus estudos de nu feminino, principalmente nos anos 80, com seus modelos de cabeleiras bem penteadas, pernas esguias e torneadas.

Publicidade

Nascido na Alemanha, filho de um judeu alemão e de uma americana, Newton se interessou desde cedo pela fotografia. Ele fugiu do nazismo em 1938 e acabou se instalando na Austrália, onde começou a trabalhar com fotografia de moda. Depois da guerra, Newton foi viver em Londres e Paris, onde trabalhou para a Vogue francesa. Ele criou um estilo próprio, marcado pelo erotismo.

A exposição em Paris traz obras emblemáticas de Newton, como Sie Kommen (Elas estão chegando), que mostra quatro modelos que se dirigem para a câmera em duas versões: em uma elas estão nuas, e na outra estão vestidas. Sie Kommen também dá o nome para a mostra.

A mostra expõe também retratos de personalidades, como a ex-primeira-ministra britânica Margaret Thatcher, a atriz Liz Taylor e a francesa Catherine Deneuve. “São mulheres que dominaram, cada uma, seus mundos”, diz Jérôme Neutres, co-curador da exibição, ao lado da mulher do fotógrafo, June Newton.

Sie Kommen, com 200 fotos de Helmut Newton, fica em cartaz no Grand Palais até 17 de junho.

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.