Acessar o conteúdo principal

Museus europeus encerram o ano com novidades

Áudio 06:00
Exterior da nova sede regional do Louvre em Lens, no norte da França.
Exterior da nova sede regional do Louvre em Lens, no norte da França. Hisao Suzuki

O programa desta semana traz as novidades de três grandes museus europeus. O Louvre de Paris acaba de inaugurar sua segunda sede em Lens, no norte da França, perto da fronteira com a Bélgica. Essa cidade de 35 mil habitantes em uma das regiões mais pobres do país abriga agora obras-primas de Rafael, Leonardo da Vinci e Delacroix.Os arquitetos japoneses Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa, vencedores do prêmio Pritzker, partiram do conceito de transparência para criar uma estrutura leve e elegante em vidro e alumínio polido, que como tempo será cercada por um jardim. O principal espaço de exposição é uma longa galeria de três mil metros quadrados que reúne cerca de 200 peças, em uma apresentação cronológica e transversal das riquezas do Louvre. Ouça neste programa uma entrevista com o diretor do novo museu, Xavier Dectot.Em Amsterdã, o museu de arte moderna e contemporânea Stedelijk, que passou recentemente por uma reforma completa e ganhou uma nova ala, aproveita o espaço a mais para organizar uma grande retrospectiva da obra do artista americano Mike Kelley, que morreu no início deste ano. Outra novidade é a abertura da primeira galeria permanente dedicada ao mobiliário do museu londrino Victoria & Albert.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.