Acessar o conteúdo principal
Cultura

Grafiteiros brasileiros pintam muro e leiloam telas em Paris

Áudio 09:04
Tinho pinta o muro, observado pelos passantes no Quai d'Austerlitz, em Paris, em 16 de fevereiro de 2013.
Tinho pinta o muro, observado pelos passantes no Quai d'Austerlitz, em Paris, em 16 de fevereiro de 2013. LC

O grafite brasileiro está nos muros do mundo, sendo considerado um dos mais criativos da Street Art internacional. A prova é a presença de três nomes famosos - Speto, Herbert Baglione e Tinho Nomura- na exposição de grafites do Palais de Tokyo, em Paris. Eles vieram no contexto de uma campanha de apoio à ONG SOS Racismo e terão suas telas leiloadas nesta segunda-feira.No sábado frio e ensolarado, no Quai d'Austerlitz, na capital, Herbert, Speto e Tinho pintaram um muro com criações que evocam o racismo e a luta contra a desigualdade. Os desenhos atraíram muitas pessoas, curiosas e interessadas pelos trabalhos. O ex-jogador Raí, fã de grafites, também passou por lá e não escondeu sua admiração.  

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.